Segunda-feira 27 de Junho, 2022
Energia
Em curso
 
R.ed_ZERO - Rede de Edifícios com Impacto Zero (2012-2013)
Com o intuito de consolidar uma rede institucional de âmbito regional, que alavanque iniciativas na área da construção sustentável e da energia e promover, em termos gerais, a eficiência energética em edifícios, e em particular o conceito de edifícios de impacto zero, a AREA Alto Minho juntamente com a Associação Empresarial de Viana do Castelo está a implementar a operação R.ed_ZERO de modo a promover a capacitação institucional e o desenvolvimento regional e local.
 
SilvaPlus_ Promoção do uso Sustentável de Biomassa Florestal para Fins Energéticos no Norte de Portugal e Sul da Galiza (2011-2012)
Operação submetida, ao eixo Prioritário – Cooperação e Gestão Conjunta para a Integração Socioeconómica e Institucional do Programa Cooperação Transfronteiriça Portugal - Espanha, e implementada em parceria com a FORESTIS - Associação Florestal de Portugal, com o objetivo de constituir uma estrutura organizativa permanente de cooperação socioeconómica em termos de bioenergia e promover localmente a utilização energética da biomassa florestal, proporcionando a valorização dos recursos locais de forma sustentável.
 
Monitorização e Gestão da Iluminação Pública dos Municípios (2011-2012)
A AREA Alto Minho encontra-se a monitorizar os consumos de energia elétrica da iluminação pública do 10 Municípios do Alto Minho, tendo por objectivo identificar medidas que promovam a 
redução dos consumos eléctricos, da factura energética e das emissões de CO2 associadas.
 
EFILNAV - Eficiência na Iluminação no Sector da Construção Naval (2011-2012)
Com esta operação, aprovada pela ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, no âmbito Aviso de Abertura de Concurso para Apresentação de Candidaturas ao PPEC 2011-2012 (Plano de Promoção da Eficiência ao Consumo de energia elétrica 2011 -2012), a AREA Alto Minho pretende fomentar a melhoria do desempenho energético da iluminação no subsector "construção de embarcações metálicas e estruturas flutuantes, exceto de recreio e de desporto", contribuindo assim, para a prossecução dos objetivos nacionais em matéria quer de eficiência energética quer de redução das emissões de gases de efeitos de estufa. Assim, fruto da instalação de um total de 1069 equipamentos, estima-se uma redução do consumo da energia elétrica na ordem dos 229.789,82kWh em dois anos.
 
AREA Alto Minho | Promoção e Ação (2010-2012)
No âmbito da Operação "AREA Alto Minho | Promoção e Ação", submetida ao Aviso "Promoção e Desenvolvimento da Rede Territorial de Agências de Energia", a Agência está a desenvolver diversos trabalhos, nomeadamente nas áreas da prospeção e planeamento, com a elaboração do "Atlas dos Recursos Energéticos Renováveis do Alto Minho", do diagnóstico energético ao sector doméstico, a edifícios municipais e a PME’s, da sensibilização energético ambiental em PME’s e em escolas, bem na capacitação e promoção intitucional da Agência.
 
Promoção da Eficiência Energética no Sector Residencial (2010-2012)
Com o intuito de quantificar os consumos de energia eléctrica e de os alocar individualmente a cada equipamento, a Agência está a instalar, em 200 fogos, aparelhos que permitem a monitorização e a gestão da electricidade consumida. A abrangência territorial do projecto corresponderá, na fase pré-piloto, aos municípios de Ponte de Lima e Viana do Castelo - abarcará cerca de 30 habitações - sendo posteriormente alargada a todos os 10 municípios da NUT III Minho-Lima. Mais, e ainda relativamente ao sector doméstico, a Agência está a efectuar um inquérito com o intuito de proceder, por um lado, a uma caracterização física do sector doméstico e, por outro, a uma análise comportamental dos inquiridos no que concerne o consumo de energia na respectiva habitação.
 
Plano de Acção de Energia Sustentável para o Alto Minho (2010-2012)
A Agência, em parceria com diversos actores locais e regionais, encontra-se a definir uma estratégia de intervenção no domínio da energia, visando cumprir a meta de redução das emissões de CO2, em pelo menos 20%, até 2020. Esta estratégia será compilada no "Plano de Acção de Energia Sustentável para o Alto Minho".

Matriz Energética do Alto Minho  (2009-2012)
A Agência encontra-se a processar um vasto leque de informação estatística com o intuito de caracterizar, numa perspectiva evolutiva, a oferta e a procura energética quer do Alto Minho quer dos municípios que o integram de per si.

 
 
Concluídos

GENER - La Eficiencia Energética en la Pyme (2006-2008)
Na sequência de um protocolo de parceria estabelecido entre a Agência e o Instituto Enerxético de Galicia, foi implementado o projecto "GENER - la eficiencia energética en la pyme", candidatado ao Programa INTERREG III-A, que teve como objectivos promover o conhecimento das diversas potencialidades das fontes de abastecimento energético mediante o aproveitamento de fontes de energia renováveis, tanto em regiões do interior como em zonas do litoral, estimular a utilização racional e eficiente dos recursos energéticos, bem como, apoiar tecnicamente as empresas, organismos públicos, empresas e particulares em soluções energéticas mais eficientes.

Potencialidades da Utilização do Gás Natural em Arcos de Valdevez e Ponte Barca
A Agência, em colaboração com a VALIMA – Associação de Municípios do Vale do Lima, efectuou o levantamento dos consumos de combustíveis nas zonas urbanas e industriais dos Municípios dos Arcos de Valdevez e de Ponte da Barca, nomeadamente em termos de consumos de gás e de gasóleo nos edifícios públicos e habitacionais, nos estabelecimentos industriais, comerciais e de serviços. Este levantamento teve como finalidade analisar a viabilidade económica de uma eventual ligação destes Concelhos à rede de transporte existente ou a instalação de uma unidade autónoma de gás natural.


Biorreg-Floresta (2004-2007)
Na sequência de um protocolo de parceria estabelecido entre a Agência e as Câmaras Municipais de Ponte de Lima e de Ponte da Barca, a Agência apoiou os referidos municípios na implementação do projecto "BIORREG – FLORESTA: Avaliação das potencialidades dos recursos renováveis – atlas dos resíduos florestais e aplicações da biomassa dentro do Espaço Atlântico", formalizado à Iniciativa Comunitária INTERREG III-B Espaço Atlântico, que visou a implementação de sistemas de recolha e tratamento de resíduos florestais e a implementação de soluções de aproveitamento energético de resíduos florestais em sistemas de aquecimento de edifícios de pequena dimensão.

ILUMINA LIMA - Eficiência Energética na Iluminação Pública (2003-2005)
Depois de efectuada a caracterização dos sistemas de iluminação pública do Vale do Lima - com o objectivo de avaliar o potencial de poupança de energia resultante da aplicação de medidas de eficiência energética, tais como a substituição das lâmpadas existentes por outras mais eficientes e a instalação de sistemas reguladores do fluxo luminoso – a Agência submeteu, ao Programa Interreg III-A, uma candidatura designada "Eficiência energética na iluminação pública - ILUMINA LIMA". Este projecto integrou um conjunto de acções de entre as quais se destacam as seguintes: actualização do cadastro da iluminação pública das vilas de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Ponte de Lima, a substituição das lâmpadas de vapor de mercúrio por lâmpadas de vapor de sódio e a regulação do fluxo luminoso.

Avaliação do Potencial Energético da Biomassa Florestal no Vale do Lima (2001-2003)
A Agência promoveu a elaboração de um estudo de avaliação da disponibilidade de resíduos florestais em zonas rurais do Vale do Lima, susceptíveis de aproveitamento para a produção de energia térmica para o aquecimento ambiente e para as águas sanitárias de edifícios públicos e de equipamentos desportivos. Este estudo permitiu ainda avaliar as implicações deste tipo de aproveitamento ao nível da melhoria da rentabilidade das explorações florestais, da redução dos incêndios, da criação de emprego e da preservação dos ecossistemas. De referir que este estudo se realizou ao abrigo do projecto "Atlas dos Recursos Energéticos do Vale do Lima", co-financiado pela medida 1.4 do Programa ON.

Avaliação do Potencial Eólico do Vale do Lima (2000-2011)
Entre 200 e 2002, a Agência, em parceria com a empresa Hidroeléctrica Galaico Portuguesa S.A., realizou o levantamento do potencial eólico do Vale do Lima, o qual incluiu, para além da recolha, processamento e avaliação dos dados meteorológicos e topográficos, os estudos de impacte ambiental associados à construção e funcionamento dos parques eólicos, bem como o estudo da sua viabilidade económica e financeira. De referir que todas estas actividades se realizaram ao abrigo do projecto "Atlas dos Recursos energéticos do Vale do Lima", co-financiado pela medida 1.4 do Programa ONE.
Numa segunda fase, que decorreu entre 2006 e 2010, a Agência prestou serviços à empresa Enernova - Novas Energias, S.A., garantindo a recolha e tratamento de dados do vento, bem como os serviços de manutenção das respectivas torres anemométricas instaladas nos concelhos de Arcos de Valdevez e Ponte de Lima.

Auditorias Energéticas em Edifícios Municipais (2000-2002)
A Agência promoveu a realização de auditorias energéticas em edifícios municipais, em funcionamento ou em fase de projecto, a fim de identificar diferentes medidas de racionalização energética e de introdução de energias renováveis. Foi objecto de auditoria um conjunto de edifícios municipais, entre os quais: os Paços do Concelho, o Centro de Informação e Turismo Municipal, a Escola EB1 da Vila e a Piscina Municipal dos Arcos de Valdevez; o Centro Escolar de Vitorino de Piães, a Pousada da Juventude, a Piscina Municipal e o Arquivo Municipal de Ponte de Lima; a Piscina Municipal de Ponte da Barca.

Auditorias Energéticas em Solares de Portugal (1999-2000)
O projecto "Auditorias Energéticas em Solares de Portugal", aprovado no âmbito do Programa LEADER II, assentou num protocolo de cooperação celebrado entre a Agência e a TURIHAB – Associação de Turismo de Habitação. Durante o ano de 2000, foram realizadas 19 auditorias energéticas em Casas Antigas, Quintas, Herdades e Casas Rústicas do Vale do Lima, que tiveram como objectivo analisar as condições de utilização de energia e identificar oportunidades de potenciação da eficiência energética, susceptíveis de contribuir para uma melhoria das condições de conforto, sem prejudicar a unidade arquitectónica e construtiva que os caracteriza. Este projecto culminou com a publicação da brochura "Eficiência Energética em Solares" e com a realização do workshop "Eficiência Energética em Solares no Vale do Lima".

© 2022 - Todos os direitos reservados.